Como usar os processos verbais para melhor se beneficiar de Barra de Access? 

       Os processos verbais de Access podem ser repetidos pelas manhãs e noites, após a meditação ou mesmo em momentos do dia que você sentir ansiedade ou pensamentos tristes.

        Eles nos ajudam a limpar nossos implantes de consciência, que nos impedem de ver e acessar nosso eu profundo em sua essência genuína.



1.   Tudo vem à mim


         O primeiro e mais fácil processo é a repetição da frase “tudo vem a mim com facilidade, alegria e glória”.

         Recomenda-se fazê-lo de olhos fechados, peito aberto e mãos para o alto, em posição de entrega e conexão.

         Há diferentes abordagens sobre o número de repetições: 3, 7 ou 21 vezes. Você pode repetir 3 vezes na meditação diária, 7 vezes em um momento de leve ansiedade e 21 vezes caso precise de mais tempo para se acalmar.



2.   Frase maluca


       A frase maluca é, na verdade, paradoxal e maluca. Mas funciona perfeitamente bem:

       “tudo é exatamente o oposto do que parece ser. Nada é exatamente o posto do que parecer ser”.

        O objetivo da frase “maluca” é lembrar nossa mente de que não temos controle, não sabemos a verdade e não é correto nos prendermos exageradamente ao nosso ponto de vista, tornando-o absoluto.

       Toda certeza inclui alguma incerteza e toda incerteza inclui a busca de alguma certeza que sempre é produto de dúvidas, sendo ambas, portanto, duas faces da mesma moeda.

          Escolher agir ao contrário disso pode nos gerar desconfortos.

        A frase maluca deve ser usada para limpar recorrentemente nossa mente de nossas crenças limitantes, e assim como a primeira pode ser feita diariamente ou em momentos de necessidade. Uma dica é usá-la quando estamos sentindo muito fortemente algo, ou quando não conseguimos relaxar.




3. Crie seu processo com o enunciado aclarador



          O Access no oferece uma maneira de formar nossas próprias frases de limpeza de consciência.

         A estrutura do método de formulação de nossos processos aclaradores pessoais é fazer perguntas, ao invés de colocarmos certezas ilusórias.

         Jogar o destino ao universo abudante, ao invés de traçarmos um caminho controlador limitante.

         Dizer “sim!” ao final de todas nossas propostas libertadoras.

        Terminar sempre com o enunciado aclarador, limpando nossos implantes de consciência:

         “Certo e errado, bom e mau, pod poc, todas as 9, curtos, garotos e aléns” (amplamente explicado nos cursos de Barra de Access de 8 horas).

          Um exemplo maravilhoso:

         “que mentiras estou comprando para impedir meu verdadeiro eu de ser e se realizar nesta vida? Vamos destruir e desconstruir tudo que está me limitando? Sim! Certo e errado, bom e mau, pod poc, todas as 9, curtos, garotos e aléns”.

         Em seu real ponto de vista, por seu julgamento comum, qualquer ser racional, diria que o enunciado aclarador parece (e é mesmo maluco). Para não esperar que eles digam isso, o próprio Gary Douglas já disse, bastante feliz da vida. Indicando que é porque não deve ser entendido, explicado, debatido. 

              O enunciado aclarador existe para gerar processos de limpeza geral em nossa mente e expandir a consciência.

         Vamos começar agora a limpar tudo que nos impede de usar o Acesso à Consciência (Access Consciousness)  para atingirmos tudo que quisermos? Sim!
.........................................................

                                         
                                 UMA CONTRIBUIÇÃO:

          Os processos que seguem são contribuições  elaboradas para expandir a consciência de uma pessoa com pontos de vista fixos sobre preços altos, coisas simples, acesso ao dinheiro e, que, por essas escolhas limitantes, prestam verdadeiro culto inconsciente e energético à pobreza:

1.   Em todos os lugares em que você ama ser a pessoa mendiga da consciência que está escolhendo ser, nós podemos destruir e descriar agora, por favor?


2.    Todo laço de romance, encanto, sedução, carinho e ternura que você tem com a pobreza, a simplicidade, a humildade, a modéstia, a miséria, o mínimo denominador comum, fazendo com que você se apaixone com as mentiras que se conta para justificar a mediocridade financeira, profissional e material que escolhe, dia após dia, em todos os vértices de eixos de possibilidades de vidas passadas, presentes e futuras, nós podemos destruir, descriar e desatualizar agora,  por favor?


3.   Todo culto de idolatria ao número do qual você fez, faz, ou fará parte, criando a escravidão do preço que você está escolhendo, por não reconhecer a liberdade de ser, e nisso ter, tudo o que você quiser, independente de quanto possa custar, e toda sorte de ilusão, magia, feitiçaria, bruxaria, possessão, obsessão e endemoniamento financeiro, pecuniário, material e profissional, que você está escolhendo, a qualquer tempo de seu espírito e mente, criações passadas, presentes, e futuras, nós podemos destruir, descriar e desatualizar  agora, por favor?



4.   Todos os laços de energia unindo você a sua família por pontos de vista de pobreza, de escassez, de manipulação para inconsciência e anti consciência, por polarização, por alinhamento e concordância, e resistência e reação, criando a limitação financeira, pecuniária, material e profissional do presente dessa realidade, que você está escolhendo, você anula, dissipa, revoga, retrata, renuncia, denuncia, destrói, descria e desatualiza agora, imediatamente, por favor?

0 Comentários