Claudinha Leitte, dando a cara à tapa pela saúde pública. (G1-Bahia)



Sim, eu creio. Tomarei cuidados, mas o corona vírus é quase insignificante.


https://www.youtube.com/watch?v=W2JczkKhDm4&feature=push-sd&attr_tag=NPRLbG16IWbxX-HD%3A6
Veja nesse vídeo tudo sobre com a infectologista dra. Keilla Freitas do Instituto Regenerati/SP.


 Você já viu como a Bíblia está cheia de orações clamando por proteção contra pestes? Pestes até piores que a de agora, ante o avanço da medicina, da comunicação, da capilaridade dos governos? 



Em tempos como esse de corona virus é que surgem os intercessores e profetas da esperança, os ativistas do amor e da fé. 



A oração sempre foi a primeira resposta para muitos na Bíblia, pois eles sabiam e todos sabemos que Deus é o único com poder de, da noite para o dia, libertar alguém do sofrimento.



É em tempos assim que se levantam os grandes intercessores, os profetas da esperança e semeadores da boa semente do amor ao próximo.


Não há mais risco zero diante da decretada pandemia de Corona Vírus pela Organização Mundial da Saúde.


No Brasil estamos vivendo um ataque de pânico quase incontrolável da população bombardeada pela mídia alarmista, mas cumpridora de seu dever informando sobre a repercussão das graves consequências dessa doença que saiu da China e se disseminou Europa afora via norte da Itália.


Recentemente, com sintomas de resfriado, a cantora Claudia Leitte se apavarou, fez exames e cancelou um show no Maranhão do dia 14 de março. Ela mesma publicou na tarde anterior (sexta-feira  dia13), no Instagram:  "Obviamente eu tinha a intenção de cumprir minha agenda, mas é uma questão de saúde. Eu fui aconselhada por meu médico a evitar aglomerações e grandes exposições, prezando obviamente não só a minha saúde e segurança, mas a de todos os que me cercam", disse Claudinha. "Eu também estou seguindo recomendações de diversos órgãos de saúde referente a pandemia mundial do coronavírus, que foi declarada pela OMS". (ipsis literis do G1).


Enfim, as notícias estão pelai. Não carece de repeti-las. Só lamentar nessa oportunidade, além da comichão por exageros, o desserviço das mãos inimigas de quem promove fake News ou busca obter vantagens políticas.


Excluindo desse bonde a prudência dessa cantora incrível, que, para não contaminar outras pessoas foi averiguar do que se tratava. De Claudinha só esperávamos isso mesmo, vale ressaltar a sua grandeza pessoal e a mais alta consideração da crítica e do público que ela faz por merecer como mulher, mãe, esposa, cristã, profissional e cidadã.    


Porém, a situação é gravíssima. Basta ver a seriedade e competência com que os governos estão tratando o caso no mundo todo, com louvores nesse caso ao Ministério da Saúde do Brasil.


No entanto, pragas, pestes e desgraças de toda ordem sempre houve na história da humanidade. E, certamente, sempre haverá.


Mas, de um jeito ou de outro a poção da humanidade que em Deus acreditou, venceu e seguiu em frente pela fé.


 Você já viu como a Bíblia está cheia de orações clamando por proteção contra pestes ?


A oração sempre foi a primeira resposta para muitos na Bíblia, pois eles sabiam que Deus tinha o poder de libertá-los do sofrimento, se estivesse de acordo com sua previdência divina.


Umas orações são feitas e anotadas diante de crises epidêmicas, outras de enfoque por suas proporções endêmicas e também verificamos orações de clamor contra algumas pandemias.


Vamos definir epidemia como está no Google:  “ é o aumento do número de casos de uma doença que supera o número esperado para a época em uma região. A epidemia é, portanto, um aumento da ocorrência de determinado problema acima da média esperada”.


Endemia seria uma doença que contamina pessoas numa determinada região geográfica, que as autoridades em saúde indicam como “um espaço limitado denominado “faixa endêmica”.  


Enquanto a epidemia se espalha por outras localidades, a endemia tem duração continua, porém restrita a uma determinada área.


Nós temos uma tendência simplista de achar que uma pandemia seja mais grave que uma epidemia ou que a endemia,  uma vez que ela é uma enfermidade epidêmica multiplicada, amplamente disseminada, comentada porque acomete mais gente e variados pontos simultaneamente.


A Bíblia menciona pragas e pestes com frequência, toda vez que as pessoas ou grupos  atingidos por elas clamam a Deus por proteção.


Aqui seguem algumas das muitas orações encontradas na Bíblia de Jerusalém que, hoje você pode repetir durante esse período em que atravessamos a epidemia e pandemia de um vírus supostamente mortal:


“Afastai de mim esse flagelo, pois sucumbo ao rigor de vossa mão”. (SALMO 38, 11)


É ele quem te livrará do laço do caçador, e da peste perniciosa. (SALMO 91, 3)


Tende piedade de mim, Senhor, porque desfaleço; sarai-me, pois sinto abalados os meus ossos. (SALMO 6, 3)


Quanto a mim, eu vos digo: Piedade para mim, Senhor; sarai-me, porque pequei contra vós. (SALMO 41, 5)


Curai-me, Senhor, e ficarei curado; salvai-me, e serei salvo, porque sois a minha glória. (Jeremias 17, 14)


Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha casa. Dizei uma só palavra e meu servo será curado. (MATEUS 8, 8)
Apoie os valores cristãos



0 Comentários