Milhares de pessoas se redescobiram brincando com bonecos como esses . 


Resumindo, o principal foco da Constelação Familiar é o entedimento da própria vida em seu contexto de tempo presente, passado em vista de um tempo futuro.

Tempo em que há pessoas que nos anteceram (tararavós, bisavós, avós, pais, tios) na linhagem geracional, enfim aqueles familiares vieram antes de nós ao mundo. Tempo em que há também pessoas  contemporâneas nossas (irmãos, primos, conjuge). E aquelas pessoas que nos sucederão: filhos, netos, bisnetos, tataranatos e assim vai.

Nós somos o que somos graças ao imenso leque de pessoas que nos envolvem. E se estudarmos isso com seriedade proveito imenso poderá ser tirada em função de contruir uma vida mais alegre e mais feliz.

"Conhece-te a ti mesmo", dizia Sócrates, "e mudarás o mundo", completa o poeta, ao qual teimosamente acrescento que mudararemos pelo menos o nosso mundo se nos dermos ao trabalho de investigar pelo que somos, porque somos e como somos.

Se levar isso muito a ferro e fogo, o clima pode até ficar meio tenso, pesado, dificil. Há coisas no presente ou passado de nossa história que vai ser dificil ficar sabendo e até de superar.

Por isso, Bert Hellinger criou a Constelação Familiar. Por esse método em que se usa pessoas que representam o familiar do passado ou do presente, vivo ou morto, que estiver nessa cena com o constelado. Assim,  se promove o autoconhecimento e a superação, onde se aprende encenando a vida, recuperando emoções e revivendo fatos dando ao constelado uma nova dimensão de seu olhar sobre o o próprio sofrimento, quiçá um novo entendimento.

A pessoa não querendo se expor ao participar de um grupo com a função de falar publicamente do seu problema aos demais, ela pode também dispor da metodologia em que pessoas são substituidas pelo terapeuta por bonecos representantes dos envolvidos na cena em voga. Fica leve, bem lúdica, igualmente crível e íntima, a cura usando bonecos.



O que é Constelação com Bonecos? Como utilizá-la?



É uma modaliade que vem ganhando destaque especial, a constelação com bonecos. 

Você sabe como é aplicado esse modo de Constelação Familiar? 

Esse trabalho e as áreas de suas soluções psicoterápicas orientadas de forma sistêmica e fenomenológica vem alcançado um significado fundamental na área psicossocial e tem tido, também, efeitos positivos em várias abordagens dentro da terapia individual. 

Essa prática tem ganhado relevância, dado que existem diversos terapeutas e conselheiros que trabalham em situações nas quais não existe autorização para realizar a Constelação Familiar em Grupo. 

Além disso, há também os profissionais que não se sentem confortáveis ao trabalhar em grupo.

Por outro lado, em nível mais profundo, muitos terapeutas são atraídos por conceitos subjacentes e diferentes ferramentas do trabalho nas constelações. 

Assim sendo, buscam maneiras de integrar esse tipo de abordagem em seus trabalhos. Dessa forma, aplicam essas novas ferramentas com indivíduos, casais, famílias e em algumas situações. 

Dessa forma, o trabalho das constelações com uso de figuras e objetos oferece uma metodologia direta e simples. Como escrito acima, as figuras representam membros da família. Em alguns casos, representam também pessoas importantes de sistema em particular. 

Em linhas gerais, durante o procedimento, elas são posicionadas numa mesa ou dentro de outro espaço definido nesse ambiente de trabalho.



Vantagens de usar a constelação com bonecos



A vantagem é poder fazer a constelação individual. 

Assim sendo, mantém-se na mente do paciente a ideia de que ele deve considerar cada um dos bonecos usados como membros da família. Isso, a fim de que ele considere os sentimentos de cada um, enxergando-os, de fato, como pessoas. 

Além disso, é possível posicioná-las dentro da hierarquia de acordo com suas idades e responsabilidades, entendendo as preferências e afinidades de cada um.

Terapeutas de várias áreas têm confirmado a efetividade do método da constelação com bonecos, já que passaram a incorporar a prática em suas sessões de constelações familiares individuais.


Por outro lado, como comentamos, outros profissionais adotam a prática por limitações no ambiente de trabalho. Isso porque, para estes, fica impedida a realização da constelação em grupo. 

No entanto, os mais conservadores preferem mesmo a tradicional constelação em grupo. Nesse contexto, é possível ouvir cada membro, a fim de obter os fatos da vivência familiar. Dessa forma, fica mais fácil o processo de construção das constelações.




O lugar da constelação com bonecos



O aconselhamento e a terapia estão sempre empenhados em apoiar o processo em que se move em direção a uma resolução. Nesse contexto, esses processos podem surgir em uma infinidade de formas:


Comportamento.

Primeiramente, existem os problemas que podem ser solucionados através de mudanças no comportamento, por meio de aprendizagem, criatividade e também espiritualidade. Aqui, a preocupação, em certo ponto, é com algum tipo de situação que liberte o cliente de pensar e de agir de formas que impedem uma solução efetiva.


Traumas

Há também a questão do trauma, isto é, feridas profundas que usualmente nos acometem. Nesse contexto, destacam-se a ruptura de um amor, o movimento interrompido ao se direcionar à mãe , ao pai, e também a outras pessoas importantes do nosso convívio. Tais experiência traumáticas muito frequentemente advém de processos precoces na infância.

No entanto, essas questões podem ser resolvidas através de um processo retroativo. Isso com o objetivo de alcançar a cura da alma entre uma criança e uma outra pessoa essencial em sua vida.



Ligações entre pessoas

Finalmente, existe uma ampla área de conexão e de liberação nas relações. Problemas emergem das profundas ligações entre pessoas e o destino. Nesse contexto, as conseqüências primariamente se manifestam dentro da família. No entanto, uma solução pode ser encontrada por meio do reconhecimento e conhecimento das ordens do amor.

Assim sendo, o trabalho acerca das constelações é focado nos vínculos e na libertação da alma. E as soluções surgem através do olhar em direção à integridade do sistema de relações. Dessa forma, todos no sistema tem igual direito de pertencimento e tem de ser livre para tomar seu próprio lugar. Cada um carrega seu destino e tem de se conter para não interferir no destino do outro.

Os membros desse sistema tem que permitir que as coisas que aconteceram anteriormente pertençam realmente ao passado. Só assim o presente ficará descarregado de problemas que não pertencem ao momento do agora.


Isso tem a ver com a vida e também com a morte. São exemplos:

saúde;
doenças;
sucesso;
insucesso nas relações;
sentimentos de pertencimento;
sentimentos de exclusão;
recompensas;
débitos;
autodeterminação.

Em essência, existe também o critério que mostra quando uma constelação familiar deve se tornar um método útil. Um exemplo é quando um indivíduo deseja que aconteça algo na alma de um grupo, a fim de criar ordem, paz e solução. Nesse contexto, é interessante investigar quando certos emaranhamentos estão bloqueando um processo de resolução. Além disso, é possível que um destino complicado em uma família esteja gerando um peso que deve ser resolvido.



Quais as oportunidades e riscos da constelação com bonecos?



Os risco e falhas que podem ser ocasionados ao fazer uma constelação com bonecos ou figuras são praticamente os mesmos que são apresentados quando realizamos constelações em grupos. 

Riscos:

Que você trabalhe sem que o cliente esteja pronto para tal experiência, portanto, sem o empenho do mesmo;

Que você siga algum padrão, o qual não vai permitir que novos processos surjam;

Que você trabalhe com um excesso de dados e acabe perdendo algum ponto crítico da individualidade de seu paciente;

Que você se deixe ser influenciado por padrões visuais e associe coisas que não estão em harmonia do paciente;



Desvantagens da Constelação com bonecos



A principal desvantagem ao comparar a constelação com bonecos a uma constelação em grupo é que um terapeuta pode, com frequência, encontrar algumas dinâmicas sistêmicas escondidas por meio de afirmações muito surpreendentes dos membros da família. Especialmente em casos complicados, com dinâmica nova e atípica, isso é bastante crítico.

Por exemplo, se alguém no sistema está interpretando o papel de outro, isso é com frequência algo que não fica claro na constelação com bonecos. É o relato dos representantes que pode vir a fornecer indicações da dinâmica. 

Isso, principalmente, quando você considera que só uma pessoa está falando em nome de um grupo todo. Assim sendo, é melhor ter todos os membros da família com suas contribuições.




Como fazer bonecos para a Constelação Familiar?



As esculturas familiares são feitas, normalmente, com biscuit ou com MDF, por pessoas com habilidades manuais e inspiradas. Esses bonecos são criados para representar a família da pessoa constelada individualmente. Por isso, os kits de constelação com bonecos são preenchidos por figuras de homens, mulheres e crianças de diversas idades, para representar pai, filho, avô etc.

Junto disso, há também a base onde é encenada a constelação, que pode ser um pedaço de feltro, uma bacia com água, um suporte de madeira. Nesse suporte acontecem as relações apontadas pelo constelado, o que irá ajudá-lo a reconhecer os pontos que necessitam melhorar. São Os kits que normalmente variam de 90 a 150 peças.

0 Comentários