Super importa o que Juliana Calderon tem a nos ensinar.


“Até o dia da vitória lute! Não se dê por vencido, não desmorone.”  (Bangtan Boys)


Muito feliz em compartilhar esta oportunidade. 

O ser humano vivencia a si mesmo, seus pensamentos como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. 

E essa ilusão é uma espécie de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto por pessoas mais próximas. 


Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso sentimento de ternura interiormente para expressá-lo no exterior.


As falhas de comunicação têm derrubado projetos, negócios e nações ao redor do mundo. Seja na vida pessoal ou no trabalho, se tornou essencial desenvolver uma comunicação interpessoal mais clara, empática e construtiva.

 

Pode perceber: vivemos sempre cercados por pessoas. Passamos mais da metade do tempo nos comunicando e nos relacionando com pessoas diferentes, com interesses e necessidades diferentes. Mas nunca aprendemos a nos relacionar ou nos comunicar com o outro.

 

Estamos acostumados com aquela imagem de que violência é tiro, porrada e bomba. Mas não é preciso gritar para machucar as pessoas. Aliás, é possível ser violento falando baixinho.

 

E a Comunicação Não Violenta existe justamente com este propósito.

 

A todo momento, escolhemos usar nossas palavras como facas ou plumas. E essa escolha determina o futuro de nossos relacionamentos dentro e fora de nossas empresas. Neste curso, você vai aprender as técnicas de comunicação criadas pelo psicólogo Marshall Rosenberg, entender melhor seus bloqueios, praticar a escuta empática e aplicar os passos da CNV nos diálogos do seu dia a dia.

 

E quem vai te conduzir por essa jornada é a Juliana Calderón.

 

A Juliana é formada em Comunicação Social, com experiência em publicidade, comunicação interpessoal e relacionamentos em geral. Trabalha como consultora de comunicação no Instituto Tiê e no La Gracia Design, além de ministrar treinamentos de compreensão do outro, empatia e Comunicação Não Violenta.

 

Ela já passou por diversas empresas grandes do mercado, incluindo Coca-Cola, Natura, Shell e Itaú, mas muitas de suas experiências pessoais também serviram de aprendizado e iluminação sobre aspectos essencialmente humanos. Hoje, ela aplica seus conhecimentos ativamente em sua vida e busca levá-los para mais pessoas que possam ser transformadas por eles.

 

A Comunicação Não Violenta não é sobre evitar conflitos. Ela é uma jornada em busca da melhor solução, seja por meio de diálogos mais compassivos ou do simples ato de escutar o outro. E, além de tudo, pode ser um instrumento poderoso de mudança organizacional e social.

 

O QUE VOU APRENDER?

ENTENDA como melhorar a qualidade da sua comunicação interpessoal diante de conflitos e a construir relacionamentos mais sustentáveis.

 

CONHEÇA as principais técnicas e ferramentas da CNV para uma comunicação compassiva e transformadora.

 

APRENDA a escutar verdadeiramente as pessoas e expressar suas necessidades sem culpar ou subjugar os outros.

 

PRATIQUE usando as explicações e metodologias que estão relacionadas no curso online.

 

Tá curioso? Então, vem com a gente.


0 Comentários