Por Gary Douglas a humanidade conhece Barras de Access



Descriando a dificuldade de dentro de você 1


Tudo que você escolheu como segurança com alguém,  
com um trabalho,
 com um lugar, com um título, 
com uma gama de definições que lhe fez paralisar a energia da criação e vulnerabilidade você poderia escolher agora destruir e descriar,  por favor?




Descriando a dificuldade de dentro de você 2



Em todos os lugares onde você esteve guardando em um baú os seus sonhos para depois quem sabe ter a coragem de fazer uma mudança verdadeira você vai agora libertar-se de todos os sentimentos e pontos de vistas fixos que criaram muros altos e cadeados fortes para você parar sua vida, você poderia escolher agora destruir e descriar,  por favor?




Descriando a dificuldade de dentro de você 3




E se voar fosse a única coisa que você poderia fazer agora sem olhar para trás? Como seria a sua vida em 1 ano criando possibilidades sem escutar o ponto de vista das pessoas, como seria destruir e descriar todas as vírgulas, todas as tesouras que você andou mantendo para pausar e cortar suas escolhas mais expansivas? Você poderia escolher agora destruir e descriar tudo isso,  por favor?



Descriando a dificuldade de dentro de você 4



E tudo que você fez de vital , valioso e real sobre diminuir para o seu menor denominador comum, sendo o normal, o morninho, o errado, o certinho, o controladinho na versão desse você que inspirou muitas pessoas e te coroarem dessa maneira , como seria parar de repetir em looping a produção de pontos de visões  manufaturadas de pequenez que você esteve escolhendo? E tudo que isso traz a tona você vai destruir e descriar agora, por favor?


Gratidão.
Gratidão.
Sorria.

0 Comentários