É sempre possível melhorar no amor, basta tentar, e tentar e tentar até conseguir!

 Você acredita no amor? Então potencialize esse sentimento dentro de você, acreditando mais ainda e mergulhando de cabeça.

Mergulhar de cabeça quando nos apaixonamos é fichinha, duro quando já estamos numa relação amadurecida, de amor, quando o fogo já virou brasa, digamos.

Nem sempre a vida nos traz uma situação perfeita ao ponto de chegar a curtir o instante, até porque também ela nunca facilita nem dificulta, somos nós que fazemos a vida.

Situações congruentes de desamor no amor são testes que a vida nos traz para que possamos crescer e amadurecer frente aos desafios que se impõem. É a chance que a vida nos dá para escolhermos o que é importante para nós e as escolhas que queremos fazer. Muitos chamam isso de luta, mas nunca é.

São as escolhas que levam no final mais facilidades ou maiores dificuldades para dentro de você. Nem mesmo as escolhas, na verdade, mas na forma como você sente as consequências de suas escolhas.

 Mesmo que pareça que a vida não tenha facilitado as circunstâncias para um amor acontecer, cabe aos dois decidirem como responderão a pergunta/teste da vida.

Alguém precisa de lutar pelo amor de alguém?

Basta demonstrar sinceramente seus sentimentos por aquela pessoa que você ama.

Há sempre uma possibilidade incrível para se melhorar no amor, pois tudo depende de como vemos as coisas e da verdade com que lidamos com nossas escolhas.

Se uma relação tem sido pesada/tóxica, cheia de amarras, agressões e controles, não há como uma pessoa se sentir feliz, leve e capaz!

É preciso uma séria mudança de perspectiva e um comprometimento mútuo com essa mudança para que as coisas comecem a mudar.

Olhe para dentro de você e veja se está pronto e se tem coragem para enfrentar uma mudança de padrão de comportamentos que procurem pela melhora e crescimento da relação.

Se você não estiver, seja sincero consigo e com o(a) parceiro(a) e não viva infeliz num relacionamento pesado, tóxico, destruidor!

Se você não estiver pronto para lidar com isso, ao menos seja sincero com a sua humanidade e deixe seu amor ir para que possa se reencontrar e se reconstruir.

 

Sabe por que tantas palavras afáveis? Ora, lembre-se o amor é mais do que falamos dele ou imaginamos que ele seja.

Também, sinceramente, não sei ao certo como definir o amor, mas eu sei quando eu o sinto e, por isso, sei que ele é muito mais do que imaginamos que seja.

O amor é leveza, inexplicação do demonstrável. Amar é mais que oferecer palavras espontâneas, é mais que títulos, é mais do que oferecer ou receber presentes.

Mesmo assim, eu posso não saber ao certo como defini-lo, mas eu sei que o amor é algo pelo qual vale a pena você lutar!

Além disso, todo amor é capaz de vencer.  O amor é capaz de permanecer e florescer, independentemente das consequências ou das circunstâncias.

Qualquer amor, se for amor mesmo, sobrevive ao tempo, distância e fases difíceis. Amor que é digno desse nome, é feito de respeito, regado feito flor, o amor leve é cuidado, é sensibilidade consigo e com o outro e é vontade de fazer dar certo enquanto fizer sentido!

Por isso, todo amor é sempre capaz de vencer!

 

Muitas vezes as relações se tornam críticas, negativas e difíceis de manejar.

Muitas vezes, os casais caem em um modo de funcionamento pesado, de destruição em vez de construção, leveza e alegria.

É preciso que ambos sejam sinceros consigo e com o outro para rever o que cada um tem trazido para a relação, como eles têm se comunicado, qual a cara que a relação tem e qual a motivação dessa relação existir. Se vocês estão juntos por medo de ficarem sozinhos, por apego ou por hábito, talvez seja hora de repensar com muita clareza e verdade sobre isso.

É essa a relação que você queria viver?

Se vocês percebem que há coisas em que podem, sinceramente, suavizar, humanizar até, digamos melhorar para mudar a relação, comprometam-se então com essas mudanças.

É sempre possível melhorar no amor, torna-lo mais intenso e gostoso com leveza; só é tentar!

Se vocês acreditam que há mudanças que possam ser feitas, façam num acordo bilateral sincero. A razão de existir da relação é baseada no movimento de dar e receber mutuamente e perene até enquanto fizer sentido para vocês.

 Talvez valha a pena lutar e passar com leveza pelos desafios como etapas de aprendizados na escola do amor, mesmo que isso pareça difícil.

O amor só não pode trazer mais peso. O peso limita e enfraquece o ser.

 


0 Comentários